Robert Johnson ( Sinfonia do Inferno )

k a m a i t a c h i

Compositor: K a m a i t a c h i

Noites de chuva
Mississípi nunca esteve tão só
Noites de chuva
Em estrada escura violão é meu farol

Noite sem lua
Mississípi nunca esteve tão pó
Noite sem lua
Em corda com inferno estou fazendo um nó

Eu estive na encruzilhada 61 e 49 as 11:59
Esperando dar zero horas
Pra você aparecer
Abri minha garrafa de whiskey
Tomei gole por gole naquela noite fria
Enquanto fico na
Espera de encontrar com você

Noites de chuva
Sentado no chão estou cansado de esperar
Noites de chuva
Nunca achei que o cão fosse de se atrasar

Noite sem lua
E mississipi do nada começou a ferver
Noite sem lua
Por um segundo achei que mississipi ia morrer

E de repente do inferno além
Submundo ele vem
E pega o meu violão
Toca em cada corda, cada casa
Fazendo suas proprias notas criadas
Torrando o violão com sua mão

Sinceramente não sabia que o cão era muito bom
Desceu a afinação trocando o tom do violão
Me ensinando suas notas infalivéis, infernais
Com fogo do inferno minhas notas são sensacionais

E ele diz
Vai filho!
Mostra que toca blues como ninguém
Mostra como é o som que vem do além
Vai filho!
Mostra que faz álbum de sucesso
Mostra como é feita a sinfonia do inferno

Vai filho!
Mostra que toca blues como ninguém
Mostra como é o som que vem do além
Vai filho!
Mostra que faz álbum de sucesso
Mostra como é feita a sinfonia do inferno

Eu não tenho mais sossego
Medo, vulto, pesadelos, e cães negros
E cães negros

Eu não tenho mais sossego
Medo, vulto, pesadelos, e cães negros
E cães negros

Eu não tenho mais sossego
Medo, vulto, pesadelos, e cães negros
E cães negros

Eu não tenho mais sossego
Medo, vulto, pesadelos, e cães negros
E cães negros

Eu não tenho mais sossego
Medo, vulto, pesadelos, e cães negros
E cães negros

Eu não tenho mais sossego
Medo, vulto, pesadelos, e cães negros
E cães negros

E de repente do inferno além
Submundo ele vem
E diz que é hora de partir
Não precisa de terno e sapato
Pra andar lado a lado ao diabo
Então amor não espere por mim

E de repente do inferno além
Submundo ele vem
E diz que é hora de partir
Não precisa de terno e sapato
Pra andar lado a lado ao diabo
Então amor não espere por mim

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital